Theresa Catharina de Góes Campos

     
PENSAMENTOS: quem precisa de desagravo é a sociedade (e outros temas) - Theresa Catharina de Góes Campos


Quem precisa de desagravo é a sociedade. O povo brasileiro quer a aprovação do pacote anticrime, da reforma da previdência, da reforma tributária... mas vê a inércia dos parlamentares e do judiciário na omissão e no atraso para atenderem às necessidades mais urgentes dos cidadãos de bem, que se sentem desrespeitados com a prática da impunidade e da tolerância aos criminosos.
Theresa Catharina de Góes Campos
-----------

Muitos jornalistas se comportam como indivíduos cuja tática de atuação visa, em primeiro lugar, a provocar intrigas e desavenças entre autoridades, instituições e grupos. Uma atitude, no mínimo, maliciosa e agressiva. Profissionais precisam agir com ética, objetividade e respeito às pessoas.
Theresa Catharina de Góes Campos
-----------

Muitos que roubam "pequenas quantias" ou "bugigangas" tentam justificar suas ações. Sabem, porém, como todos também, que existe um só nome para quem furta e rouba: ladrão.
Theresa Catharina de Góes Campos
-----------

Quando um membro da família adoece, os outros precisam fazer o possível para se manter saudáveis. Até mesmo para poder ajudar quem adoeceu e precisa do auxílio de todos os familiares, amigos e profissionais da saúde.
Theresa Catharina de Góes Campos
-----------

Aos políticos da oposição está faltando decoro. Histeria e desrespeito em nada contribuem para o bem do Brasil e do povo brasileiro. As sessões legislativas, para serem produtivas, devem transcorrer com ordem e serenidade, para melhor atender aos anseios da sociedade ali supostamente representada. Gritos não substituem argumentos, em nenhuma situação.
Theresa Catharina de Góes Campos
-----------

Aqueles que amamos precisam de nosso sorriso. As pessoas com quem convivemos também. As lágrimas fazem parte igualmente de nossa vida, mas não podemos permitir que elas nos afoguem. Aprender a rir e sorrir vai nos unir e ajudar a percorrer nossos caminhos, a vencer os desafios, a viver mais corajosamente.
Theresa Catharina de Góes Campos
-----------

Já passou da hora de o STF, o STJ (e outras cortes superiores), a OAB, a mídia e o congresso nacional demonstrarem amor ao Brasil e respeito ao povo deste país. Até o momento, são decepções atrás de decepções, que significam prejuízos financeiros e danos morais aos brasileiros.
Theresa Catharina de Góes Campos
-----------

Quando não têm argumentos, pessoas sem ética recorrem a insultos. Como a razão não está a seu lado, escolhem a provocação e o desrespeito.
Theresa Catharina de Góes Campos
-----------

Ante nossos olhos estão as provas de que o Brasil esteve muito próximo de ser uma cópia em tamanho gigante da Venezuela. É mesmo de arrepiar. Precisamos estar atentos para esse pesadelo não se tornar uma realidade.
Theresa Catharina de Góes Campos
-----------

Das lágrimas acolhidas no sorriso do afeto amigo para o coração sofredor pode nascer o meigo riso de aceitação, energia nova.
Theresa Catharina de Góes Campos
-----------

Acostumaram-se a espalhar calúnias e mentiras, repetidamente. Enquanto gritam "golpe" para os adversários, não se envergonham de elogiar a Revolução Russa, a Revolução Cubana, a Revolução Chavista, a Revolução Cultural da China, a Revolução Iraniana, omitindo os mais de cem milhões de mortos dessas ditaduras.
Theresa Catharina de Góes Campos
-----------

A oposição histérica e irresponsável nega a necessidade da reforma previdenciária e, para surpresa de ninguém, se revela impatriótica, negligencia e se omite da tarefa de solucionar problemas urgentes, não se envergonhando nem mesmo de tratar com descortesia e desrespeito os ministros de um governo eleito com 58 milhões de votos.
Theresa Catharina de Góes Campos
-----------

Se não fosse a corajosa, abençoada Lava Jato, o Brasil já estaria na situação desesperadora da Venezuela. As ações, palavras e omissões do judiciário, de parlamentares e da imprensa ignoraram as necessidades mais urgentes do povo brasileiro. Atuando como inimigos da nação, escolheram agir por interesse próprio. Com raras e honrosas exceções. Chega de impunidade e corrupção!
Theresa Catharina de Góes Campos
-----------


Theresa Catharina de Góes Campos
Brasílila - DF, 12 de abril de 2019
 

Jornalismo com ética e solidariedade.